Tag Archives: Dior

Vestidos no BAFTA Brits to Watch

11 jul

Na noite do ultimo sábado a British Academy of Film and Television, atualmente presidida pelo Duque de Cambridge (pra mim continua sendo Principe William!) realizou o BAFTA Brits to Watch, que contou com a presença de varias celebridades = alerta de Red Carpet!

As campeãs do melhor look, na minha opinião, foram Blake Lively, que estava A-B-S-U-R-D-A-M-E-N-T-E linda num Marchesa da coleção Primavera 2011, e Jennifer Garner optou por um vestido de seda drapeada azul-marinho simples mas chique! Ainda não encontrei o designer desse vestido… (Armani? Donna Karan?). Ambos vestidos são de um ombro só, look que apareceu bastante nesse evento.

Na galeria você pode conferir os outros vestidos desfilados nesse Red Carpet:

Kate Middleton apostou mais uma vez em Alexander McQueen num lavanda bem clarinho, todo plissado. Desta vez os acessórios não eram LK Bennet, mas Jimmy Choo (sandálias e clutch).

Nicole Kidman apareceu em um Elie Saab de corte tradicional, mas belíssimo; destaque pra cor azul-gelo, que ficou linda nela! A clutch de cetim, porém, foi ‘fraca’ – acho que outro material deixaria o look mais interessante.

Outra que estava linda era a Zooey Deschanel num midi da coleção outono 2011 de Oscar de La Renta.

Jennifer Lopez escolheu um vestido da Pucci, coleção de outono 2011, que eu gosto bastante, mas não achei legal nela… ela, assim como a Kim Kardashian, têm um corpo de ‘mulherão’, e abusam da combinação ‘justo+decotado+sexy’, o que as vezes resulta em ‘vulgar’, como achei que foi o caso aqui, levando em consideração o tipo de evento.

Agora, esse é especial pra você, que acha que só dinheiro faz o look – Dana Delany mostra como não adianta se cobrir de high fashion: sem noção de estilo, mesmo com peças de marca, o look vai pro saco! Estou tentando entender até agora o que deu na cabeça dela pra combinar um vestido barroco da coleção de primavera 2011 da Prada, com uma estola em laranja e preto e clutch listrada, ambos também da Prada. Talvez ela achou que usando peças da mesma marca a coisa ía, milagrosamente, dar certo? Ui!

Dana Delany #fail em Prada

Anúncios

Maquiagem e Esmaltes na Paris Fashion Week – Couture

11 jul

Acabou na ultima sexta-feira mais uma semana de moda haute couture em Paris, e agora é aquele momento introspectivo, quando resumimos o que apareceu de bom e ficamos sonhando em ter os looks pra gente (#momentofanfarrão)

Já que roupas e acessórios requerem muito tempo ($$), vamos falar sobre algo mais fácil de ‘usar’ – a beauté dos desfiles!

Começando com os esmaltes: foram desfiladas unhas mais tradicionais desta vez, lady-like mesmo, nada de muito inovador. Tons nude apareceram em diversos desfiles (Giambattista Valli, Margiela, Armani Prive), indo do off-white ao areia, cinza claro e tons de barro rosado. O queridinho do azul marinho cremoso também marcou presença (Chanel) junto a tons de berinjela, preto, marrom e verde profundos (Alexis Mabile) e tons pasteis de verde e lilás (Dior – amei!). Os vermelhos não apareceram quase nada…

Diferente das semanas de moda das linhas ready to wear, as semanas de couture geralmente mostram uma maquiagem que podemos usar na vida real; são looks mais sofisticados do que teatrais, por isso adoro observar os looks desses desfiles. Neste ano, a maioria das fashion houses optaram por um look bastante neutro, do tipo ‘tô sem maquiagem’ (apesar da base, corretivo e pó estarem comendo solto!). Pele bem homogênea e com boa cobertura, batom nude, olhos levemente sombreados em tons de pele e vez ou outra delineados de preto.

Apesar da maquiagem neutra ter sido a mais constante na passarela, nos desfiles com make colorido observamos bastante o combo olhos+lábios (nada de escolher um ou outro, mesmo quando carregando um deles!). Parte dos looks da Dior e os da Armani Prive mostraram uma inspiração vintage, com tons pasteis de lilás, rosa, coral, azul e verde. A outra parte do desfile da Dior estava lindíssima, com muito paetê e glitter nos olhos esfumados e delineados, com a boca vinho, ameixa ou nude – de babar! Também gostei do make no desfile da debutante Stephane Rollando, com lábios em roxo profundo e olhos bastante esfumados de preto, com um cat-eye diferente – formado pela ausência de cor, ao invés de delineador (#aprovado!). Os lábios vermelhos e cor de tijolo também tiveram sua vez.

Tô feliz que a penteadeira de cosméticos não vai ter que ser muito reciclada pro próximo outono/inverno!

 

Poderosa Guinness!

10 jun

Uma das maiores fashionistas da atualidade, Daphne Guinness, será tema da próxima exposição do FIT – Fashion Institute of Technology de New York, de 16 de Setembro de 2011 à 7 janeiro de 2012.

A mostra Daphne Guinness revelará como, além de grande colecionadoras de moda, Daphne é também uma força criativa, que usa a moda para se transformar e tem, assim, inspirado tantos grandes nomes da haute-couture há anos.

Serão exibidos mais de 100 ítens da coleção pessoal de roupas e acessórios de Guinness, além de diversas fotos e videos. Um detalhe interessante é que o design e layout da exposição foram inspirados no apartamento da própria Daphne em Nova Iorque.

Vejam o que o FIT diz a respeito da exposição:

“While there have been many exhibitions devoted to great fashion designers, only a few have focused on individual women of style […] Known as fashion or style icons, they are a special type of fashion insider, one who not only inspires designers and brings their clothes to life, but actually creates a look that affects the way other people dress and/or think about dressing […]Daphne Guinness completely embodies the rarified personal style of a fashion icon”

 

Entre as peças expostas, estarão diversos acessórios co-criados por Guinness e designers renomados, como os chapéus de Philip Treacy, as ‘jóias-armadura’ de Shaun Leane as enormes plataformas feitas sob-medida para Daphne por Christian Louboutin e Noritaka Tatehana. Ainda farão parte da mostra dúzias de criações de McQueen, um grande amigo de Daphne, e peças haute-couture de Chanel, Dior, Givenchy, Lacroix e Valentino nunca expostas antes. Tom Ford, Dolce & Gabbana, Azzedine Alaia e até designers futuristas como Gareth Pugh e criações da própria Guinness serão exibidas.

Se já ficamos boquiabertos toda vez que vemos Guinness e seu style único, imaginem dar uma espiadinha em pelo menos parte de seu acervo! Imperdível!

E você aí, pensando que Lady Gaga era pioneira…

%d blogueiros gostam disto: